O seu Portal de Informações em Mato Grosso

Domingo, 03 de julho de 2022
MENU

Mato Grosso

Projeto que obriga contratação de músicos locais em eventos pagos com recursos públicos tramita na ALMT

A proposta recebeu parecer favorável da Comissão de Trabalho e Administração Pública e já foi aprovada em primeira votação.

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um projeto que estabelece a obrigatoriedade de contratação de cantores, instrumentistas, bandas ou conjuntos musicais locais para a realização de shows, eventos culturais e apresentações musicais de qualquer gênero, financiados por recursos públicos, tramita na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

O projeto recebeu parecer favorável da Comissão de Trabalho e Administração Pública e foi aprovado em primeira votação. Agora, segue para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

A proposta foi criado pela deputada estadual Janaina Riva (MDB) e na justificativa, a parlamentar afirma que o intuito é “oferecer mecanismo que garanta espaço para a diversidade da produção musical mato-grossense”.

Segundo a deputada, os músicos, compositores e intérpretes ainda não consagrados, especialmente os que vivem longe dos grandes centros urbanos, encontram pouco espaço na mídia e, por consequência, têm visibilidade restrita, dificultando a conquista de patrocínios por parte de grandes empresas.

Conforme texto do projeto, os artistas locais deverão estar cadastrados na Secretaria Estadual de Cultura, Esporte e Lazer e farão parte de uma lista a ser divulgada no site do governo.

Caso seja aprovada e sancionada, a fiscalização da lei caberá ao órgão responsável pela concessão do financiamento, conforme a regulamentação, e seu descumprimento implicará a devolução integral dos recursos públicos recebidos.

www.jlnoticias.com.br

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Olá, tudo bem? Entre em contato conosco através do nosso WhatsApp.