O seu Portal de Informações em Mato Grosso

Segunda, 04 de julho de 2022
MENU

Política

Após arquivamento do PDL da RGA, Delegado Claudinei pede que secretários considerem negociação com servidores

Por 11 votos a 8, maioria dos deputados rejeitaram PDL que visava a derrubada do acórdão do TCE sobre RGA de 2018 

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Por 11 votos a 8, maioria dos deputados rejeitaram PDL que visava a derrubada do acórdão do TCE sobre RGA de 2018 

O pedido de arquivamento pela maioria dos deputados do Projeto de Decreto Legislativo 01/2022, que visava facilitar o pagamento da RGA de 2018 por parte do governo do estado, foi encarado como absurdo pelo deputado Delegado Claudinei (PL). 

A votação ocorreu, em sessão plenária nesta quarta-feira (8), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), e por 11 votos a 8 os deputados decidiram por acatar um parecer da Comissão de Trabalho e Administração Pública e rejeitaram o PDL, que visava derrubar o acórdão do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o qual recomenda o não pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) aos servidores públicos de 4,19%, atrasado de 2018.  

O deputado Claudinei, um dos principais defensores da negociação do pagamento da RGA, pede que pelo menos os secretários da Casa Civil e da Fazenda, Rogério Gallo e Fábio Fernandes Pimenta, negociem com os servidores para encontrar uma saída.  

“Nós fizemos o convite para eles estarem aqui nesta semana e não estiveram para ouvir os deputados e esclarecerem sobre esse RGA atrasado e para ouvirem os representantes dos sindicatos. Nós perdemos essa batalha hoje, mas ainda não perdemos a guerra. Temos que realmente debater isso com esses secretários e com o governo. Mesmo que o PDL tivesse sido aprovado, sabemos que seria difícil ter essa conversa com o governo do estado para pagar esse RGA ainda este ano”, afirmou o deputado. 

Claudinei reforçou que o pedido dos servidores está amparado pela legislação e espera por uma resposta do governo.  

“Não vamos desistir, queremos as presenças dos secretários aqui, já que o governador não tem coragem de vir conversar com a gente e nem nos receber. Então que venham ao menos os secretários, que ouçam essas demandas urgentes e passem uma proposta decente no pagamento desses mais de 20% de RGA em atraso”, desabafou o deputado. 

Números do RGA

Segundo uma nota técnica desenvolvida pelos sindicatos, que representam os servidores públicos, a perda de RGA nos últimos cinco anos somam 20,71%. Veja ano a ano as perdas do salário para a inflação: 2018 -4,19%; 2019 -3,43%; 2020 -4,48%; 2021 -5,45%; e 2022 -3,16%.

www.jlnoticias.com.br

Fonte/Créditos: Marcos Lopes/ALMT

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Olá, tudo bem? Entre em contato conosco através do nosso WhatsApp.