O seu Portal de Informações em Mato Grosso

Segunda, 04 de julho de 2022
MENU

Agro

Primavera do Leste (MT) já tem perda consolidada de 30% na média de produtividade do milho safrinha

Mesmo se começar a chover hoje, já não há salvação para o que foi perdido, apenas deixaria de aumentar a quebra

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Há 45 dias não chove em Primavera do Leste , no Mato Grosso, e na região no entorno, conta o presidente do Sindicato Rural do Município, Marcos Roberto Bravin. Segundo ele, mais do que a pressão por pragas, a estiagem pesou mais no estrago nas lavouras, e a perda consolidada é, em média, de 30% da produtividade. Por perda consolidada, Bravin quer dizer que, mesmo se começar a chover hoje, já não há salvação para o que foi perdido, apenas deixaria de aumentar a quebra.

Ele explica que, em anos normais, a média produtiva de Primavera do Leste é entre 105 a 110 sacas por hectare, mas que neste ano, deve ficar em cerca de 80 sacas por hectare.

“O milho plantado mais cedo, que estava passando do ponto de pamonha, foi atingido, mas o estrago maior foi para aqueles que vieram em seguida, e que estavam em estágio de pendoamento ou que ainda não havia pendoado ainda”, disse.

Bravin também conta que entre fevereiro e março houve ataque da cigarrinha do milho e também do percevejo de barriga verde, e com chuvas ocorridas nesta época, alguns produtores tiveram dificuldades, ou sem conseguir entrar em campo para realizar o manejo, ou porque a chuva “lavava” o produto das plantas. “Houve, sim, perdas pontuais pelas pragas, mas a estiagem pesou mais”, disse.

www.jlnoticias.com.br

Fonte/Créditos: Revista em Pauta

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Olá, tudo bem? Entre em contato conosco através do nosso WhatsApp.